Voltar 25 mar 2020
  • Boas Práticas de Distribuição de Medicamentos de uso Humano 0

Boas Práticas de Distribuição de Medicamentos de uso Humano

Lisboa, 25 e 26 de março de 2020

 

OBJETIVOS DA FORMAÇÃO

 

A indústria e a distribuição farmacêutica tem como prioridade a adaptação ao Sistema das GDP de medicamentos e de substâncias ativas.

 

Destacam-se novas obrigações para os distribuidores por grosso de medicamentos de uso humano na sequência da implementação nacional da legislação dos dispositivos de segurança dos medicamentos, o que origina alterações nos procedimentos das GDPs.

 

Neste âmbito, têm surgido dúvidas sobre:

• O que se entende por manual de Qualidade

• Como aplicar os princípios de gestão de riscos às atividades desenvolvidas no âmbito da distribuição por grosso

• Que equipamentos devem ser qualificados pelo distribuidor?

• Como se articula a descrição das funções do Diretor Técnico e do responsável pela gestão da qualidade?

• Qual deverá ser a frequência das auditorias a realizar às entidades subcontratadas para as atividades de distribuição e das auditorias internas/externas ao Sistema das GDPs?

• Qual o tratamento que deve ser feito pelos grossistas relativamente aos desvios ao parâmetro da temperatura e humidade?

• De que forma deverá o distribuidor por grosso demonstrar que o sistema informático se encontra adequadamente validado

• Como implementar o processo do controlo de alterações ?

• Qual a periocidade para calibração dos equipamentos críticos

• Como qualificar/reavaliar/desqualificar fornecedores e clientes ?

• Como realizar auditorias internas e externas ao Sistema das GDPs ?

• Quando devem os distribuidores verificar e desativar os identificadores únicos dos dispositivos de segurança

 

Mais informações em: https://formiventos.com/project/boas-praticas-de-distribuicao/